jusbrasil.com.br
15 de Outubro de 2018

A Manobra Política das Cotas

Gamaliel Gonzaga, Bacharel em Direito
Publicado por Gamaliel Gonzaga
ano passado

*Por Adam Joplim

O assunto que chamou, de certa forma, a atenção de nós brasileiros, foram as cotas raciais, uma lei de equidade que garante um auxílio para o negro.

Cotas raciais funciona da seguinte forma: Você se auto declara negro, indígena ou pardo (em alguns estados não há o requisito de pardos, não vou explicar o porquê, por estar óbvio), vão fazer você assinar um documento ou coisa do tipo e você vai fazer a prova, em algumas situações, há entrevista, no caso de concurso público. Vamos entender o sistema de cotas, serve para igualar o negro ao branco, pois por 500 ou 400 anos, eles foram escravos, então para ganhar seu espaço na sociedade, veio as cotas.

Eles roubam sua vaga? Não, cotistas possuem 8 à 40 vagas, enquanto o não-cotista possuem 40 vagas. Agora uma boa pergunta, cotas são realmente necessárias? Claro que sim, porém esse nome 'cotas raciais' deve ser trocado, por exemplo: cotas sociais ou coisa do gênero. Sabemos que 54% da população são negras! Enquanto 46% são brancas - caucasianos. Qual a utilidade desses dados? Sim, para desmentir o principal "argumento" de... Alguns fanáticos partidários, eles serem uma minoria, está incorreto, afinal... Quem não é negro? Todos tivemos descendentes negros, indígenas, europeus ou asiático, o argumento "eles são minoria" não se encaixa. Chega a ser engraçado, não é mesmo? Houve épocas que o racismo estava predominantemente forte no Brasil, existiu cientistas que provaram que negros eram inferiores ao branco, onde estava essa interferência política? Pois é, reflitam.

Retomando o tema 'cotas sociais', o motivo dele ser imposto, é justamente para o pobre que não têm condições de pagar mensalidade de uma universidade, seria algo justo e que prestasse um auxílio a essas pessoas, é bem melhor do que criar uma lei que favorece UM perante todos! É meio irônico um governo dizer "isso foi pela escravidão" sendo que a prática atualmente, é quase uma escravidão, porém mascarada, ou vocês se acham livres? Em nossos pensamentos somos completamente livres (até isso querem nos roubar), porém em nosso cotidiano, precisamos do dinheiro para quase tudo, ficar sem ele não seria uma boa idéia.

Muitos dos deputados não pensam em sair de suas "poltronas", no momento de ser eleito, eles lembram do seu bom perfil de "bom moço super humilde", assim que eles entram no senado, não existe povo, apenas ele. Não é PT, PMDB, PCDoB, PSDB que vai construir seu futuro, lembre disso, se eles pudessem fazer algo, teriam feito. Então, isso faz parte de uma espécie de 'marketing-político', eles precisam de algo para sua propaganda, quer um exemplo? Negro contra branco, rico contra pobre, heterossexual contra homossexual, e assim vai... Então sempre "corra atrás" quando ver uma notícia, não se contente com o senso comum, não se contente com ideologias de partidos, muitos lutaram pela sua liberdade de pensar, não faça uma idiotice de se prender nessas ideologias partidárias.

Autor: Adam Joplim

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)